Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

Carrinho de Compras

O seu carrinho está vazio

Continuar as Compras

Você sabe a importância de dormir em um ambiente totalmente escuro?

Você é do time dos que preferem dormir com abajur aceso ou sempre acaba pegando no sono com a TV ligada?

Então vem com a gente que vamos explicar um pouquinho sobre como a luminosidade afeta diretamente na qualidade do seu sono e na sua saúde.

O nosso corpo é programado para dormir quando escurece e acordar com a claridade. Você sabia que mesmo com o olho fechado, a luminosidade é capaz de atravessar a pálpebra, que é um tecido muito fino, e chegar até o sistema nervoso central?

Quando o ambiente está escuro, a nossa glândula pineal, que fica dentro do cérebro, produz uma substância chamada melatonina. Quando há presença de luz, a melatonina para de ser secretada e o sono fica superficial, fazendo com que a pessoa acorde facilmente.

Uma das principais funções da melatonina é a indução ao sono, que atinte seu nível máximo quando estamos dormindo. Já ao escurecer, a melatonina passa a ser produzida, auxiliando o organismo em seu preparo ao sono. Ela reduz a pressão arterial, os níveis de glicose e a temperatura do corpo.

Além de prejudicar na produção da melatonina, a iluminação artificial à noite também eleva os níveis de cortisol, o que perturba o sono e causa diversos problemas como resistência à insulina e ganho de peso. Essas interrupções do sono provocadas pela claridade podem provocar cansaço, irritabilidade, dores no corpo, déficit de atenção, capacidade produtiva reduzida e mau humor.

Veja mais sobre melatonina em: https://www.multiformulas.com.br/melatonina-5mg-7453.html

O efeito da luz no ciclo circadiano

Ritmo ou ciclo circadiano é o que conhecemos popularmente como relógio biológico, que nada mais é do que “um processo que ocorre periodicamente, a manifestação de um fenômeno biológico que se repete aproximadamente com o mesmo período” como definido pelo livro Cronotipos Humanos do professor Leandro Lourenção Duarte, da UFRB.

A luz é responsável por indicar ao corpo que é momento de dormir e também momento de acordar. Não é à toa que hoje é possível comprar despertadores que, ao invés de fazerem barulho, vão iluminando o quarto pouco a pouco para uma transição mais suave.

A exposição excessiva à luz artificial confunde o ritmo circadiano, que fica “acordado” recebendo estímulos quando na verdade isso não deveria acontecer.

Distúrbios do ritmo circadiano podem ser porta de entrada para uma infinidade de problemas de saúde como consequência do sono ruim. É o caso, por exemplo, da Diabetes. Dormir mal aumenta em até três vezes as chances de uma pessoa se tornar diabética.

Já conhece a técnica de Higiene do sono?

A Higiene do sono são técnicas a serem aplicadas antes de dormir com o objetivo de alcançar um sono mais saudável. Em outras palavras, é como você se prepara para dormir.

Quando a hora de ir para a cama for se aproximando, comece a diminuir a luz e a baixar a sua exposição e eletrônicos, evitando usá-los para “embalar” o sono. Desligue a TV, computador e celular e aposte em um abajur fraquinho para te acompanhar em uma leitura.

Caso você precise usar o celular ou o computador perto da hora de dormir, há uma maneira de diminuir os prejuízos da luz azul para o seu sono.

Basta ativar o filtro de luz azul do seu aparelho. Esse recurso “aquece” as cores gradativamente para prejudicar menos o descanso dos olhos. Nos modelos mais modernos de smartphone é possível programar por horário o filtro.

Caso o seu computador não tenha esse recurso, há aplicativos que simulam o mesmo efeito, como o F.Lux. Também existem óculos especiais, com ou sem grau, com uma camada protetora contra a luz azul.

Para quem não tem problemas para dormir, parecem medidas desnecessárias, mas o número de pessoas com insônia ou com um sono de baixa qualidade cresce a cada dia. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada três pessoas tem dificuldade para dormir no mundo.

O assunto é sério, pois já existem estudos que associam o sono desregulado ao aumento do risco de obesidade, ao envelhecimento acelerado e a alterações que prejudicam os sistemas cardiovascular e imunológico.

Além de dormir no escuro, outras atitudes ajudam a ter uma noite de sono melhor. Para isso, as dicas são tentar criar um ritual de relaxamento uma hora antes de deitar, ir para a cama e acordar sempre no mesmo horário e evitar comer substâncias que possuem cafeína antes de dormir, como, por exemplo, café, chá preto, chá verde, chocolate e refrigerantes.

Gostou de saber mais como a iluminação artificial afeta diretamente na qualidade do sono e na sua saúde?

Acompanhe nosso blog e fique sempre por dentro das novidades e dicas de saúde e beleza!

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico, farmacêutico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Evite a automedicação."