Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

Aproveite para cuidar de você!

Carrinho de Compras

O seu carrinho está vazio

Continuar as Compras

PROBIÓTICOS PARA PELE – Conheça seus benefícios!

Que os probióticos são benéficos para a saúde não temos dúvidas. Quando ingeridos, em quantidades e condições adequadas, eles proporcionam uma flora intestinal saudável e, assim, colaboram para o bom funcionamento de todo o corpo.

Mas você sabia que já existem probióticos de uso tópico?

Uma microbiota cutânea atua como primeira linha de defesa ao produzir peptídeos antimicrobianos ou ao estimular o sistema imunológico. É um ecossistema complexo e dinâmico, onde o equilíbrio microbiano pode ser facilmente alterado, resultando em mudanças na composição das bactérias da pele, ou uma alteração na resposta imune do hospedeiro, ou ambos. Como resultado cascata ocorre de manifestações clínicas associadas à disbiose cutânea.

Probióticos apresentam diversos benefícios à pele, pois produzem substâncias como ácidos ou bacteriocinas que inibem patógenos, excretam antibióticos naturais, bloqueiam a adesão de patógenos, competem por nutrientes e atividades antioxidantes.

Além disso, secretam ácido hialurônico, aumentando a hidratação cutânea e reduzindo a flacidez. Produção ainda o ácido lático e estimula a produção de ceramidas, reforçando a função barreira da pele.

O mercado farmacêutico inova no setor de Dermocosmético trazendo pela primeira vez ao Brasil uma linha de SkinBiotics, são 4 ingredientes: BidifO®, Lacto B®, Strep C® e Kop Levedura®.

Os SkinBiotics são cepas probióticas (fragmentos ativos) destinados à aplicação tópica com o objetivo de restaurar a alteração do microbioma cutâneo relacionado com diversas patologias de pele. Inúmeros estudos científicos têm correlacionado a disbiose cutânea (desequilíbrio entre as bactérias benéficas e bactérias patogênicas que colonizam nossa pele) com doenças tais como acne, dermatites, psoríase, melasma entre outros.

Os mais renomados congressos mundiais de dermatologia e cosmetologia como Encontro Americano de Dermatologia (AAD 2018) e o In Cosmetics, de 2018, abordaram amplamente a utilização clínica de probióticos tópicos "Skinbitics" como tendência mundial no tratamento de patologias cutâneas.

BENEFÍCIOS DE CADA CEPA PROBIÓTICA PARA A PELE

Cada cepa tem a sua funcionalidade específica e entrega benefícios diferentes para o pelé. Confira abaixo alguns dos principais probióticos que podem ser incluídos em fórmulas dermatológicas.

BIFIDO®

BifidO® é normalmente usado em compostos capazes de inibir a entrada de agentes infecciosos, como vírus e bactérias. Ele também integra compostos bioativos que melhoram o equilíbrio da pele e o seu sistema imunológico. Além disso, é indicado para:

  • Aumento da elasticidade e hidratação da pele;
  • Diminuição da sensibilidade cutânea;
  • Redução de lesões inflamatórias da acne.

LACTO B®

Lacto B® é utilizado em compostos antimicrobianos que inibem o crescimento de algumas bactérias causadoras de doenças. Assim como o BifidO®, o Lacto B® é capaz de produzir compostos que inibem a invasão de agentes infecciosos. Além disso, é utilizado para:

  • Reduzir lesões inflamatórias da acne;
  • Auxiliar no tratamento da dermatite atópica;
  • Apoiar a recuperação da pele após procedimentos;
  • Reduzir um rinossinusite crônica por via nasal.

KOPYEAST®

Kopyeast® impulsiona a síntese de colágeno, fibras de elastina e ácido hialurônico. Estudos demonstram sua eficácia na prevenção do fotoenvelhecimento, devido às suas atividades antioxidantes e imunomodulatórias. Também é indicado para:

  • Efeito anti-envelhecimento;
  • Aumento da hidratação cutânea;
  • Atenuação de estrias;
  • Melhoria da cicatrização após procedimentos como peelings, laser e luz intensa pulsada.

ESTREP C®

Strep C® é capaz de produzir grandes quantidades de ceramidas, o que proporciona aumento da função de barreira da pele. Por isso, vem sendo utilizado para o tratamento da dermatite atópica e ressecamento. Suas indicações incluem:

  • Tratamento da dermatite atópica e ressecamento excessivo da pele;
  • Aumento da hidratação da pele;
  • Uso nasal auxiliar no tratamento da otite média em crianças.

SKINBIOTICS AUMENTAM A PRODUÇÃO DE ÁCIDO HIALURÔNICO NA PELE

O Ácido Hialurônico (HA) é um dos componentes fundamentais dos tecidos conjuntivos e proporciona à pele propriedade de resistência. A deficiência de HA provoca um enfraquecimento da pele com a formação de rugas, marcas e manchas na pele. Sua concentração nos tecidos tende a diminuir com a idade.

Benefícios do HA:

• Mantém a função barreira da pele

• Influência da proliferação, diferenciação e reparo tecidual

• Controle da inflamação cutânea

• Hidratação e elasticidade para a pele

• Devido a uma elevada capacidade de ligação à água, o HA auxilia na manutenção da matriz dérmica extracelular.

SKINBIOTICS NO AUMENTO DA ELASTICIDADE CUTÂNEA

SkinBiotics produzem naturalmente ácido hialurônico como parte da sua estrutura.

Estudo publicado na renomada revista Biomacromolecules relatou que formulações contendo HA a partir da fonte bacteriana contêm teores menores de proteínas, endotoxinas e nucleotídeos contaminantes do que as de origem animal.

Estudos demonstram que a aplicação do ácido hialurônico a partir de SkinBiotics aumente a proliferação de queratinócitos e ajuda na cicatrização de lesões, além de desempenhar importante papel na morfogênese e reparação tecidual, bem como na reposição homeostática de superfícies epiteliais.

SKINBIOTICS NA CICATRIZAÇÃO CUTÂNEA PÓS-PROCEDIMENTOS

O tratamento com laser de CO2 fracionado é eficaz na redução dos sinais de envelhecimento, porém, apresenta efeitos adversos como vermelhidão e inchaço pós-procedimento, o que prolongam o tempo de inatividade geral, exigindo até a administração de esteroides para reduzir esses efeitos locais.

Estudo publicado na renomada revista médica Lasers Med Sci (2017) avaliou a eficácia da aplicação tópica de probióticos selecionados em 42 pacientes submetidos ao procedimento de laser fracionado de CO2.

A aplicação diária de uma formulação contendo probióticos tópicos proporcionou significativa redução do eritema e do processo inflamatório em tempo menor (9 dias) quando comparado com o controle (14,3 dias).

Os resultados clínicos demonstram que a aplicação de SkinBiotics 2x ao dia induz rápida e significativa redução do eritema pós-procedimento de laser, permitindo o imediato retorno dos pacientes às atividades rotineiras.

SKINBIOTICS NA ACNE

Evidências cientificas têm demonstrado que a aplicação tópica de SkinBiotics é capaz de diminuir a produção de biofilme produzido por bactérias patogênicas como P. acnes, reduzindo de forma significativa a contaminação.

Além disso, SkinBiotics aumentam de forma significativa a produção de ceramidas, tais como a fitoesfingosina que proporcionam tanto atividade antimicrobiana contra P. acnes quanto atividade anti-inflamatória. Estudo publicado no International Journal of Cosmetic Science demonstrou que a aplicação tópica de SkinBiotics foi capaz de reduzir em 89% as pápulas e pústulas em apenas dois meses.

SkinBiotics BifidO® e SkinBiotics Lacto B® são capazes de atenuar a inflamação cutânea mediada pela substância P. Isto é relevante, pois a substância P pode ser um mediador primário da amplificação da inflamação induzida pelo estresse e produção de sebo na acne.

A aplicação de SkinBiotics fornece um escudo protetor para a pele, semelhante a uma barreira física. Isso é denominado interferência bacteriana, através da inibição competitiva de sítios de ligação e prevenção da colonização por outras cepas bacterianas, potencialmente patogênicas.

SKINBIOTICS NA DERMATITE E ECZEMA

Estudo duplo cego, randomizado e placebo controlado, publicado na importante revista médica Allergy, avaliou a eficácia dos SkinBiotics em 120 crianças com dermatite. Após 4 semanas, as crianças do grupo SkinBiotics apresentaram melhora de 89% nos escores de severidade da dermatite.

Outro estudo demonstrou que a aplicação tópica de probióticos proporcionam melhor substancial na qualidade de vida, sintomas de pele e escores de irritação diurna e noturna em crianças com eczema atópico. Não houve intolerância ou reações adversas observadas nessas crianças. O estudo sugere que o SkinBiotics Lacto B® pode ser utilizado como um imunobiótico seguro e eficaz para o tratamento e prevenção de eczema infantil e possíveis outros tipos de doenças alérgicas.

BIÓTICOS DE PELE CONCENTRAÇÃO DE USO

2 a 10%

 

E aí, você já sabia sobre os probióticos de uso tópico?

Acompanhe nosso blog e fique sempre por dentro das novidades e dicas de saúde e beleza!

"Como informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não deve ser um substituto para o médico profissional ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento de seu médico, farmacêutico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificados com qualquer dúvida que possa ter o respeito de sua condição médica. Como informações contidas aqui não se destinam o diagnosticar, tratar, curar ou qualquer doença. Evite uma automedicação."