Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

Aproveite para cuidar de você!

Carrinho de Compras

O seu carrinho está vazio

Continuar as Compras

DIABETES – SAIBA COMO PREVENIR E TRATAR ESSA DOENÇA!

O dia 14 de novembro foi escolhido para lembrar o Dia Nacional do Combate à Diabetes. O objetivo é prevenir e controlar a doença controlando a alimentação e promovendo a prática de atividades físicas. De acordo com dados da Federação Internacional de Diabetes (IDF), em todo o mundo mais de 400 milhões de pessoas têm a doença. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, já são cerca de 14 milhões de pessoas com diabetes e por dia aparecem 500 novos casos.

O QUE É DIABETES?

A diabetes é a incapacidade do pâncreas em produzir a quantidade de insulina necessária e, consequentemente, causa um aumento anormal do açúcar ou da glicose no sangue.

Diabetes mellitus é uma doença do metabolismo da glicose causada pela falta ou má absorção de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e cuja função é quebrar as moléculas de glicose para transformá-las em energia, a fim de que seja aproveitada por todas as células. A ausência total ou parcial desse hormônio interfere não só na queima do açúcar como na sua transformação em outras substâncias (proteínas, músculos e gordura).

Na verdade, não se trata de uma doença única, mas de um conjunto de doenças com uma característica em comum: aumento da concentração de glicose no sangue provocado por duas diferentes situações:

Diabetes tipo 1: É uma doença autoimune na qual as defesas do organismo atacam as células do pâncreas, responsáveis pela fabricação de insulina, hormônio que permite a entrada da glicose no interior das células. A instalação da doença ocorre mais na infância e adolescência e é insulinodependente, isto é, exige a aplicação de injeções diárias de insulina;

Diabetes tipo 2: É mais comum e acomete 90% dos pacientes diagnosticados com a doença. É caracterizado pela deficiência parcial ou total na produção de insulina com graus variados de resistência periférica ao hormônio. Esta incapacidade é provocada por fatores como obesidade, sedentarismo e hereditariedade e geralmente não necessita do uso de insulina;

Diabetes gestacional: Ocorre durante a gravidez e, na maior parte dos casos, é provocado pelo aumento excessivo de peso da mãe;

Diabetes associados a outras patologias como as pancreatites alcoólicas, uso de certos medicamentos etc.

SINTOMAS DA DIABETES

•             Poliúria – a pessoa urina demais e, como isso a desidrata, sente muita sede (polidpsia);

•             Aumento do apetite;

•             Alterações visuais;

•             Impotência sexual;

•             Infecções fúngicas na pele e nas unhas;

•             Feridas, especialmente nos membros inferiores, que demoram a cicatrizar;

•             Neuropatias diabéticas provocada pelo comprometimento das terminações nervosas;

•             Distúrbios cardíacos e renais.

FATORES DE RISCO

•             Obesidade (inclusive a obesidade infantil);

•             Hereditariedade;

•             Má alimentação;

•             Falta de atividade física regular;

•             Hipertensão;

•             Níveis altos de colesterol e triglicérides;

•             Medicamentos, como os à base de cortisona;

•             Idade acima dos 40 anos (para o diabetes tipo 2);

•             Estresse emocional.

TRATAMENTO

O tratamento do paciente diabético age no intuito de controlar os níveis glicêmicos neste indivíduo, mantendo o alvo entre entre 70 e 100mg/dL. No diabetes do tipo 1, a terapia envolve administração de insulina, que também pode ser usada nos do tipo 2 quando o pâncreas não consegue mais produzir o hormônio ou o produza insuficientemente. O tratamento farmacológico inclui Inibidores da alfaglicosidase, metformina, glibenclamida, etc.

PREVENÇÃO

A profilaxia para o diabetes envolve exercícios físicos, boa alimentação, práticas esportivas e controle de peso a fim de evitar o descontrole hormonal. A principal forma de prevenção é ter uma vida saudável, moderando o estresse, evitando ganho excessivo peso, praticando atividades físicas e mantendo uma alimentação saudável, rica em verduras, legumes, carnes magras e gorduras insaturadas.

Gostou de saber mais sobre a diabetes e como preveni-la?

Acompanhe nosso blog e fique sempre por dentro das novidades e dicas sobre beleza e saúde!

As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico, farmacêutico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Evite a automedicação.